Ele tinha medo da morte. E você? Tem medo de viver?

20/11/2016 12:25:00

identidade preservada

 

My Image

Relato de uma obreira de campo, entre um povo não alcançado – usaremos o codinome Dechis.

 

Sua esposa, trabalhadora e sempre bem disposta, faleceu subitamente. 
Como a vida é passageira..." - foi esse o começo da nossa conversa. O sr. Justus tem 66 anos, um homem de muita devoção ao Criador.
Éramos umas oito pessoas, mas, de repente, ficamos apenas o viúvo e eu na sala. "Glump! E agora, Senhor?!?!?!?" A soma dos problemas era: dialeto que eu não entendia por completo MAIS voz idosa-rouca MAIS presença constante do cigarro na boca MAIS... a ausência total de dentes! Bom, pelo menos ele não era gago (ufa!).


Deveras, não entendi nada dos primeiros infindáveis minutos da conversa. 
Mas Deus parece ter se compadecido e, no fim das contas, conversamos sobre a parábola do fariseu e coletor de impostos, do rico tolo; da exortação sobre o cisco e a trave nos olhos, e do considerar os outros superiores a si mesmos; do mandamento com promessa sobre honrar pai e mãe, do cuidado de um pai humano pelos seus filhos... 


E o viúvo também compartilhou alguns ditados populares repletos de sabedoria e algumas histórias do Alcorão. 
"Sr. Justus... e qual o significado da nossa vida?"
"Ah, minha filha... não tem muito significado não. A gente deve se contentar com uma vida simples. Nascer, crescer e morrer... Hmmm... E morrer é a parte mais difícil. Sabe, depois que minha esposa se foi, estou com medo..." Ele ficou cabisbaixo, encerrou a conversa e se despediu.
Arrependo-me pela falta de ousadia, de não ter contado a história principal, a obra de um Salvador cheio de compaixão e amor, poder e força, que venceu a morte e ressucitou!!! Nunca mais tive chance de conversar com o Sr. Justus...

 

Você poderia pedir pelos milhares de velhinhos como o sr. Justus que sofrem de medo da morte - e que nunca ouviram falar do Salvador? 
Poderia também orar por aqueles que estão com medo de viver completamente para Deus e não estão obedecendo para ir e viver entre povos que ainda não ouviram?