A Memória Do Meu Chamado

28/03/2018 15:57:55

identidade preservada

 

O obreiro de campo reflete a confiança em Deus ao atravessar o vale da morte em seus primeiros anos no exterior.

 

 

My Image
 

Acordei com uma algazarra de animais tropicais e pássaros que saudavam o dia com melodias e animações. Ao sair pela sacada, fiquei sem palavras para descrever toda a vida que me cercava – árvores sobre árvores com flores e vinhas que se enrolavam em torno de tudo à volta.

 

Comparado ao deserto do Oriente Médio, isso era como um super oásis.

 

Era a nossa primeira manhã na Tailândia. Estávamos hospedados em uma casa de retiro para obreiros de campo e havíamos passado por um ano muito difícil em campo. Nossos corações estavam desesperados por uma restauração. No ano anterior, passamos por lutas diferentes de outras que já tínhamos enfrentado: uma nova língua e cultura, a perda de amigos, incapacidades e cirurgias, saudades de casa, ouvindo tristes histórias de refugiados que abandonaram tudo.

 

O ano passou como um longo vale que se tornava cada vez mais escuro à medida que passava. Nossa noção romântica sobre como seria morar no exterior foi enterrada meses atrás. Agora imaginávamos se valeu a pena.

 

 

“Em meio às trevas, creia no que viu quando estava exposto à luz”

 

 

Talvez você também tenha passado por tempos de perda de visão e paixão – tempos onde você não pudesse ver a passagem certa à sua frente. Quando estamos no meio de uma vale escuro, é fácil perder a perspectiva.

 

Tivemos que aprender a confiar que Deus estava conosco e agindo em todas as coisas para o bem (Romanos 8:28). Estávamos seguros em crer que Ele de fato nos queria naquele lugar e que Ele seria adequado para nós em meio a nossa sensação de insuficiência.

 

Agora, sentado em nossa sacada na Tailândia, senti um repentino vislumbre de esperança. Deus iniciou lembrando-me do porquê nos juntamos à equipe do Oriente Médio. Eu recordei a memória de meu chamado e senti me encorajado por Deus me dando resiliência para seguir através dos vales mais sombrios.

  

 

“Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.” (Salmos 23:4

 

“Em meio às trevas, creia no que viu quando estava exposto à luz”, disse Lilias Trotter, uma missionária da Argélia. Podemos nos sentir cercados pelas trevas, mas não está escuro para Deus. Sua verdade permanece em pé e Ele permanece perfeitamente ciente e em controle de tudo.

 

 

 

“Que aquele que anda no escuro, que não tem luz alguma, confie no nome do Senhor e dependa de seu Deus”. (Isaías 50:10)

 

Mesmo que eu dissesse que as trevas me encobrirão, e que a luz se tornará noite ao meu redor, verei que nem as trevas são escuras para ti. A noite brilhará como o dia, pois para ti as trevas são luz. Salmos (139:11,12)

 

 Durante nossa estadia na casa de retiro, perguntei a outro obreiro experiente “Como você faz para perseverar? Como conseguiu isso por tanto tempo? Senti-me abatido e foi só por um único ano”.

 

Cada obreiro me disse mais ou menos a mesma coisa: eles permaneceram e perseveram mantendo no coração o tempo em que sentiram que deveriam ir para o campo. Quando eles experimentaram depressão, saudade, doença e perda, eles mantiveram a memória em seu chamado e continuaram. Caminhando com Jesus, eles passaram pelos vales escuros com nova visão, propósito, fé e confiança no Senhor.

Ao entrar em seu propósito dado por Deus, você enfrentará desafios e passará por vales escuros. Mas você também crescerá em fé, receberá maior capacidade de amar e será encarregado de construir o Reino.

 

Nossas noções românticas sobre viver no exterior foram enterradas meses atrás. 

Você não sabe como as coisas acabarão quando você obedecer ao seu chamado. Mas saiba que Deus anda com você a cada passo do caminho. Apegue-se às Suas promessas que Jeremias profetizou para aqueles que vivem no exílio:

“o Senhor lhe apareceu no passado, dizendo: "Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atrai.
Eu a edificarei mais uma vez, ó virgem, Israel! Você será reconstruída! Mais uma vez você se enfeitará com guizos e sairá dançando com os que se alegram.

(Jeremias 31: 3-4).

Mesmo nos vales, descobriremos o amor e a fidelidade eternos de Cristo. Que Deus o fortaleça para confiar nEle ao trazer ajuda para construir o Seu Reino em lugares escuros.


 

 

 

Muitos trabalhadores de campo enfrentam grande sofrimento quando se sacrificam para alcançar as nações.

Descubra como Deus está usando Heidi, uma trabalhadora de campo de longo prazo, enquanto ela desistiu de casa e família para o Reino.